31 de dez de 2010

Deixem o cara em paz

Essa babaquice de alguns coleguinhas que criticam o nome de Ney Messias para a Secretaria de Comunicação porque ele não é jornalista é de uma ignorância enorme.
Vejam, o cara trabalhou como apresentador de telejornal anos, conviveu com jornalistas, editores, diretores, redatores, enfim com todo mundo do meio. Além disso apresentou programas de tv, rádio, fez um trabalho verdadeiramente bem feito, moderno e cultural na Funtelpa, convive no meio jornalístico faz anos.
Não é jornalista ?
E aí, o que importa é que conhece o meio, as pessoas, a banda de lá e de cá, entende de comunicação e ponto.
O resto se chama despeito.
E antes que me torrem o saco, nem 10 por cento do faturamento de minha empresa vem do governo, então não tenho motivo para babar o cara.
E não tenho amizade pessoal com o Ney - inclusive até tivemos algumas diferenças - apenas um respeito profissional, que acredito ser recíproco.
O Paulo Roberto é jornalista, e fez um trabalho muito bom na secretaria, não porque é jornalista, mas porque é competente e entende de comunicação, conhece as pessoas do meio, o mercado.
No mais, vamos parar de besteira meus e minhas.
Afinal, se canudo fosse requisito para alguma coisa, padre deveria responder pela ação social.

9 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que não és amigo do cara. Dele, nada a esperar.
Não acho que ele não possa ser Secretário de Comunicação por não ser jornalista. Conheço muito jornalista que não sabe nem escrever um bilhete. Acho que ele saiba. O que muita gente fala é sobre o lado pessoal do Ney. Ele é extremamente soberbo, se acha "o cara" na televisão, se acha o dono de todas as idéias boas que surgem, até das que não são dele. É centralizador em excesso e não admite qualquer opinião contrária.
Tudo o que ele faz é pra ele mesmo.
Pra piorar, gosta de imitar o Galvão Bueno, naquele programa no SPORTV, "Calem Amigos". Anda de um lado pro outro eletricamente falando sem parar, sem deixar ninguém aparecer. Não é fácil aturar uma pessoa assim, tão "aparecildo" e insuportavelmente desagragador.
Nada de despeito, apenas não gosto do jeito dele, como muita gente, tu mesmo viste.
Pra terminar; se tivesses ficado calado, ninguém suspeitaria de tuas ligações atuais/futuras com ele. Mas depois de escrever tudo isso, és o principal suspeito de qualquer coisa que aconteça...

junior disse...

Concordo com o anônimo.

O Ney é um cara respeitado na TV, tem experiência, mas ao mesmo tempo escreve REAJE no Twitter umas dez vezes seguidas. E ainda se acha o tal..

Eu, q acabo de me tornar jornalista, seria melhor secretário do que ele... ou, ao menos, escreveria direito meus ofícios!

Anônimo disse...

Quer dizer que este "aparecildo" é demitido a bem do serviço público e agora volta como titular da SECOM?????!!!

É um descalabro msm...

Franssi, assim como vc agiu como o Totó do Orly, devia investigar como está o processo do Sr. Neyl Emil Conceição, demitido a bem do serviço público e respondendo à processo em decorrência do convênio com a ORM !!!

Anônimo disse...

O Ney podia muito bem ficar no Canal que a ORM (23)entregou a ele e àquela apresentadora (ou ex?) da Liberal, que tomou conta da Revista da Assembléia Paraense, faturando os anúncios veiculados, usando o nome do Clube para se promover social e financeiramente. Eles são uns artistas...
Ali no Canal 23 ele fica dono de tudo, tal qual fazia nas Sextas-feiras na TV Cultura, comandando um programa musical (ele entende tudo de música!), chamando sempre os mesmos da chacrinha dele.
Mas é bom, senão... Ele poderia inventar um novo "Convênio" para a Liberal usar, ganhando muito, pelos retransmissores da FUNTELPA.

Bacana, não vi babaquice nenhuma. Não se pode criticar o que escreves? Tuas opiniões, críticas e idéias são a palavra final?
Se for assim, estás num ótimo caminho. Te candidata a ser jornalista da Folha de São Paulo...

Anônimo disse...

muito entusiasmado seu comentário caro amigo
permita discordar que as reclamações são apenas dor de cotovelo.
Inclusive estranho voce que faz parte do segmento ter essa postura..
Amigo, medico cuida de pessoas,engenheiro cuida de construção e jornalista tambem deve ter espaço para cuidar do que é de sua competencia.
Ney Messias e professor de educação física...o lugar adequado a ele seria a SEEL.

Anônimo disse...

Esse é o governo da meritocracia! Ha!ha!ha!ha!ha! Fala sério, Pescador!

Anônimo disse...

E médico e advogado precisam de diploma?

Anônimo disse...

Atendente de médico que trabalha a anos com um médico pode ser considerado Médico também? É isso que eu pude perceber quando dissestes que ele tem experiência a séculos na área do jornalismo... AI AI, prefiro nem comentar!

Anônimo disse...

Bacana me desculpe mas vc está puxando o saco do Ney sim pra ganhar novos anúncios pra sua revista. Você tem que fazer isso. É a sua sobrevivência. Normal. Agora dizer que o Ney Messias deve ocupar a Secom porque "conhece o meio"? Pera lá. Ele se infiltrou nesse meio pra se dar bem. Fiquei triste porque jornalista de fato como Simone Romero, que foi assessora do Jatene na campanha, é que deveria ir pra Secom e não foi. Nem conheço essa moça, mas ela sim deveria assumir a secretaria. É jornalista. O Ney é um aventureiro na comunicação. Só quer se dar bem, mais nada. O pior é que o Jatene embarca nessa.